[Pensando em Música] Me Espera, Sandy ft Tiago Iorc

13 jun

  Oi, pessoal! Tudo bem? Para não dizer que passamos o dia dos namorados em branco (oxi, que vergonha, hein?), trouxe uma música apaixonante para vocês meditarem sobre ela.

  Esse é o primeiro post da categoria que escrevo. Já estava pensando nessa ideia há algum tempo, mas só agora, depois de um empurrãozinho, consegui escrever. Acontece que eu simplesmente me apaixonei por essa música (dificil não gostar, né? Ainda mais com a participação do Tiago. Fala sério haha). Foi aí que fiz um comentário sobre ela lá no YouTube e as pessoas gostaram. Por isso, vou dividir minha interpretação com vocês.
*Ele 
*Ela
*Todos

Sandy – Me Espera ft. Tiago Iorc
(
Clique para escutar)

Eu ainda estou aqui
Perdido em mil versões irreais de mim
Estou aqui por trás de todo o caos
Em que a vida se fez

  O casal está passando por uma tempestade, mas ao mesmo tempo não desejam estar longe, pois pedem um para o outro para esperar. Cada um está perdido, devido às circunstâncias da vida. Não sabemos de fato quais são, mas é certo de que estão em uma fase ruim.

Eu que tanto me perdi
Em sãs desilusões ideais de mim
Não me esqueci
De quem eu sou
E o quanto devo a você

  O trecho acima reforça a ideia de que eles estão em uma má fase. Ela compreende que as ilusões, fantasias, em que se enxerga não são boas. Ele também se encontra de uma maneira diferente da que era.

Tenta me reconhecer no temporal
Me espera
Tenta não se acostumar
Eu volto já
Me espera

  Eles não desejam que o outro se acostume àquela versão deles que está no meio do temporal; uma versão indesejável, ruim. Eles pedem que os reconheçam. Querem que, embora ajam de maneira contrária ao que realmente desejam, o outro saiba perceber sua manifestação, ou melhor, petição.

Mesmo quando eu descuido
Me desloco
Me deslumbro
Perco o foco
Perco o chão
Eu perco o ar
Me reconheço em teu olhar
Que é o fio pra me guiar
De volta

  Mesmo quando eles perdem o controle, encontram, um no outro, motivação para prosseguir. Grifei 0 que na penúltima linha a fim de mostrar que o sentimento dos dois são mútuos. Ele fala e ela confirma.

Eu ainda estou aqui

  Ou seja, queriam dizer: não se esqueça de mim. Esse sou eu em apenas um momento em que estou, e não o que realmente sou.

sandy me espera tiago iorc

  A interpretação é subjetiva, ou seja, é um ponto de vista único. Ele pode estar correto ou não. Isso também acontece ao lermos um poema, por exemplo. Iríamos interpretá-lo de acordo com nossa ideologia. E essa categoria foi criada para externar minha perspectiva sem focar em qual está correta 🙂 Espero que tenham gostado da ideia! Afinal, subjetividade é o que há!

  • Categorias: Pensando em Música