[Resenha] O Duque e Eu – Os Bridgertons 1, Julia Quinn | Romance de Época

3 nov

o-duque-e-eu-resenhaSinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. A ideia de Simon é fingir que a corteja. À medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. 

editora-arqueiro

Romance de Época | 288 páginas | Avaliação 5/5

  A série é composta por 8 livros sendo que cada um envolve um determinado filho da família Bridgerton. Em O Duque e Eu, foco narrativo está em Daphne, a filha mais velha. Ela não fazia o tipo de quem conquistava só com o olhar. O que despertava nos homens era nada mais que o sentimento de amizade. 

  As meninas eram ensinadas desde cedo a serem boas esposas, basicamente nasciam para isso. Suas vidas eram em função da preparação para o casamento. Sendo assim, todo ano aconteciam temporadas de baile em Londres, onde as mães levavam suas meninas a fim de exibi-las para condes, duques, viscondes… (Praticamente um “covil casamenteiro”).

  Daphne acabou conhecendo o conde de Hastings no baile. Os dois vivenciaram uma situação um tanto quanto inusitada que foi impossível não conversarem um com o outro após o ocorrido.

[…] perguntava-se por que estava sentindo a estranha necessidade de jogar os braços ao redor do duque e nunca mais soltá-lo (P. 115).
Muitas mulheres já foram arruinadas por um único beijo. CRÔNICAS DA SOCIEDADE DE LADY WHISTLEDOWN, 14 DE MAIO DE 1813 (P. 140).

Vale a Pena?

  O que eu tava fazendo que não tinha lido esse livro antes? 

o-duque-e-eu

  Quem me conhece sabe que eu prefiro ler um thriller, terror, drama… BUT, de uns dias pra cá a minha cabeça estava muito cheia disso e eu meio que fiquei saturada de horror. E eis que me surge uma mistura de superpromoção com Julia Quinn. Resultado:

  O Duque e Eu + O Visconde Que Me Amava + Uma garota iludida. Essa é a pior parte dos romances. Quer dizer, quando lemos terror, quem vai sonhar acordada suspirando de amor pelo monstro? Ninguém! Porque a gente quer os carinhas dos romances. E quando comecei O Duque e Eu… Rapaz, como eu queria conhecer esses irmãos Bridgertons pessoalmente!!

  Só digo: vá ler!!!!! Sinceramente, esse livro tem uma pegada tão boa que conseguiu me deixar sem fôlego! É tão envolvente que você se mistura em meio ao ambiente e sente o que os personagens estão sentindo. Tem romance, cenas engraçadas (meu, como eu ri da Daphne e do Simon na lua de mel, como eu ri kkkkk), hot, intrigas, ação… Tudo misturadinho ali pra você. Só abrir o livro.

  Não podia finalizar sem falar sobre a Whistledown. Ninguém sabe quem ela é, só que a madame aí comenta da vida de todo mundo em um jornal. Vou ler esses oito livros e espero, ESPERO mesmo descobrir sua verdadeira identidade hahahah

  Podem acreditar, vindo de mim que sou uma PEDRA pra romance, O Duque e Eu me deixou querendo mais! Está na minha lista de favoritos. :-)))))

 

  • Categorias: Resenhas, Romance e Drama