[Resenha] Farsas e Milagres, Mauro Livio

13 dez

farsas-e-milagresSinopse: A história não contou, mas Luiz Vaz de Camões teve um herdeiro. Iniciou-se no século XIX uma grande história de amor entre Isabel e Augusto Medeiros de Camões. O romance emocionante entre o jovem casal desenvolveu-se em meio a uma trama maligna e obsessiva: um frei não mediu esforços para levar ao mundo relatos de milagres que se sucediam em sua igreja. Para isso, foi capaz inclusive de forjar alguns para garantir sua fama, notoriedade e riqueza. Alguns anos depois, Jackson Coutinho de Camões (Jack Cout), durante uma visita a Basílica onde acontecia os “milagres”, presenciou fatos estranhos e decidiu investigá-los, afinal ele era o melhor detetive de seu departamento. Em meio a desaparecimentos, assassinatos, gafes, enigmas, salas secretas, homens centenários e umselo jovem ardente sonho recorrente, Jack precisará de muita astúcia e alianças para responder as perguntas que aparecerão durante sua investigação. Contará com a ajuda de pessoas engraçadas como sua avó, lúdicas como o padre João Paulo e misteriosas como Tadeu, quem se intitula anjo da guarda da família Camões. Será que tudo o que foi divulgado até hoje, sobre a Santa, a basílica e sobre Augusto são de fato milagres?

Romance/Drama  |  232  páginas  |  Avaliação  3/5  |  Cortesia Selo Jovem

   O livro é dividido em duas partes, o passado e o presente. Primeiramente a narrativa nos leva lá no século XVI, e introduz uma parte da vida de Camões que até o momento ninguém sabia. A passagem é breve. Logo em seguida somos jogados no século XIX, onde o autor relata o início de como as farsas e os milagres surgiram.

Não fui eu quem enganou estas pessoas por mais de um século (P. 115).

farsas-e-milagres-mauro-livio    Augusto era descendente de Luís Vaz de Camões, e com isso herdou o mesmo dom do poeta. Foi só conhecer Isabel para que esta se tornasse a maior de suas inspirações, a musa de seus sonetos. Só que o destino quis pregar uma peça nos dois, provocando uma desunião trágica entre o casal. Entretanto, o que parecia ser o fim para Augusto, em pouco tempo, havia se transformado em um milagre. 

Para um poeta a perda de amor é um aterro para alma (P. 11).
O mesmo caminho que ele já havia percorrido por anos parecia estar diferente, sem cor, sem perfume, sem o gosto do amor (P. 62).

   O rapaz havia presenciado alguns, em suas palavras, “milagres”. Achou que estava fazendo o certo quando iniciou uma parceria com o frei Natanael da igreja de Jasmim do Alto, o qual  tinha o intuito de apresentar a Santa milagrosa – Santa do Relicário – ao mundo, no entanto, o frei só mostrou que não passava de um mentiroso ganancioso. Usava os “milagres” relatados por Augusto a fim de se tornar famoso.

   Os anos foram passando e com suas mentiras mais e mais fiéis a igreja foi conquistando. A situação teve uma chance de ser revertida quando Jack Cout, um detetive descendente de Augusto e, claro, Luís Vaz de Camões, testemunhou um episódio muito suspeito na basílica durante uma visita: ouviu gritos vindo de uma sala de reza. Quem estava lá acobertou o caso, mas Jack não quis deixar por isso só. Tomou a investigação para si e resolveu que não iria sossegar até descobrir o que realmente estava se passando por ali. Com isso, as farsas e milagres estavam umpasso mais próximos de serem descobertos.

Em breve os segredos serão revelados, e este reinado fenecerá com suas farsas e milagres, assim como você (P. 115).
– O poder, meu filho. Você quer conhecer o verdadeiro caráter de um homem, dê poder a ele (P. 178).

   farsas-e-milagresO que tal hipocrisia poderia acarretar para a determinada igreja? O frei, ainda vivo (com mais de 170 anos!), poderia ter se redimido? Quais eram as chances de Jack pôr na mesa segredos já ocultados por décadas? 

   Farsas e Milagres é um livro com uma pegada leve de religião e arte poética, mas ao mesmo tempo a trama sobrenatural manifesta-se de maneira sombria. O livro é bem fácil de ser lido podendo ser finalizado em poucos dias. Passei horas a fio com ele sem nem perceber o tempo passar. Durante a leitura, lembrei-me de algumas obras da literatura brasileira em função da escrita e os pontos chave da trama. Como a história que envolvia Augusto e Isabel que, particularmente, foi a que eu mais gostei.

farsas-e-milagres-selo-jovem   A jornada de um escritor é árdua. Criar não é uma tarefa fácil. Por isso aproveito para parabenizar o autor Mauro Livio pela sua perseverança e em não descansar até concluir esse trabalho. Parabéns pelo livro!

Compre: Selo Jovem

Até a próxima!

  • Categorias: Resenhas, Romance e Drama