Categoria: 29 de maio de 2017

[Resenha] Goosebumps: Um Dia No Parque do Terror, R.L. Stine

29 maio

um dia no parque do terrorSinopse: A família de Lizzi queria ir ao Jardim Zoológico, mas acabou se perdendo. A sorte foi ter encontrado um outro parque de diversões superlegal: o Parque do Terror. As atrações são bem assustadoras. Um brinquedo mais amedrontador que o outro.editora fundamento Mas, de repente, coisas bizarras começam a acontecer, e o que era diversão se torna real demais…

Terror Infanto Juvenil   |   96 páginas   |   Avaliação 4/5

   Lizzy, nossa narradora, embarca em uma viagem de carro com seus pais, seu irmão mais novo, Luke, e um amigo do irmão, Clay. O caminho até o Zoológico estava árduo. Se encontraram em uma estrada de terra onde não se via nada, para nenhum dos lados. Para surpresa de todos, uma placa revelando um parque de terror apareceu bem à vista de todos, e as crianças acabam convencendo seus pais a darem uma paradinha e depois continuar viagem.

“Eu também achava que o Parque do Terror podia ser um lugar legal. Eu adorava lugares assustadores” (p.10). 

   Tudo era MESMO muito assustador. Além de brinquedos sinistros, haviam animais ariscos e funcionários mascarados e apavorantes. Os três se separaram de seus pais para curtir do jeito que quisesse o parque. A cada atração que iam, mais assustado ficavam. Luke estava determinado a não demonstrar medo, então fingia achar graça depois que todo mundo já tinha gritado. Mas Lizzy sabia que havia algo errado. Os brinquedos poderiam não ser uma brincadeira.

WhatsApp Image 2017-05-29 at 15.12.02

VIAGEM NO CAIXÃO. UM RELAXANTE PASSEIO PARA O TÚMULO.

QUEDA LIVRE. O ÚNICO BUNGEE JUMP SEM CORDA.

MUSEU DA GUILHOTINA. POR FAVOR, CUIDE DA SUA CABEÇA. 

QUEBRADO. QUER DAR UMA VOLTA MESMO ASSIM?

   O leitor pode esperar por uma diversão completa (ou não). Como avisado na capa, só entre se tiver coragem. R.L. Stine traz mais uma história para juvenis de arrepiar! A série Goosebumps é uma boa pedida quando se trata de o conteúdo não ser tão forte, explícito e maquiavélico como os quais encontramos em outros do gênero. 

   A leitura se passa com rapidez. As páginas são curtinhas, então, dependendo da sua paciência (hahaha), dá para finalizá-lo no mesmo dia. Só posso dizer que desfrutei do livro. Gosto quando o gênero mistura adolescentes e passeios hehe (conheça JOGOS MACABROS, do mesmo autor. Tem essa misturinha também *.*) Pode acontecer qualquer coisa!

Até mais!

  • Categorias: Resenhas, Terror e Suspense