[Day by Day] Especial Halloween

31 out

Hoje é dia de horror, minha gente! É no dia 31 de outubro que é comemorado o Halloween. Apesar de suas origens pagãs, nos dias de hoje ele é caracterizado e reconhecido como um evento que permite as pessoas de se fantasiarem. Alguns vão em festas precisamente decoradas com a temática para se confraternizarem, outros, geralmente crianças, vão às ruas bater nas portas dos vizinhos pedirem doces. E quando estes não são dados, fazem uma travessura. Por isso o Doces ou Travessuras? Para esta ocasião, separei uma listinha que combina muito com o dia de hoje.

halloween

Tim Burton é com certeza um gênio. Pode não fazer filmes sangrentos, mas sua percepção melancólica de olhar o mundo resulta em magníficas histórias, todas com seu nítido toque especial que reflete em nós a certeza de que Burton criou um universo próprio pesado e de humor ácido.

vincent Vicent, 1982 – curta metragem. O curta é dublado pelo próprio Vincent Price. Este, que era grande fã de Edgar Allan Poe, atuou em várias adaptações do mesmo.

Sweeney Todd, 2008. A primeira vez que assisti, fiquei tipo “Uau!”. Há tempos não assistia um filme assim. Sou suspeita e super fã do Tim.

 

O Pequeno Menino Ostra e Outras Histórias, 2007. Este último é um livro de poema ilustrado pelo próprio Tim Burton.

 

Agora sim, Leigh Whannell e James Wan são responsáveis por vários longas de terror que realmente botam medo e deixa a telinha mais red: Gritos Mortais, Sobrenatural, Jogos Mortais, entre outros.

Jigsaw_character

Jogos Mortais não é apenas um terror gráfico clichê, que mostra muito sangue e pouca história. Claro que o filme tem muito gore, tem que ter estômago forte para enfrentar a maratona dos 7 filmes, mas, com tantas continuações, é notável seu sucesso. Esta franquia não é dispensável.

 

 

Stephen King é o mestre literário do terror. Suas histórias não ficam apenas no papel, são tão boas que ao longo dos anos têm se tornado seriados e filmes.

 

O Iluminado, 1977. É tão assustador quanto dizem ser. A leitura não é cansativa; o autor conduz o leitor em um ritmo assombroso.

 

 

Por fim, eu super recomendo o canal do YouTube IP4NIC, administrado pelo Jukiba. O rapaz faz reviews de terror. Tem um talento incrível para revisar os filmes. O Jukiba é muito simpático e está sempre respondendo comentários de alguns fãs de horror. Se você também adora esse gênero, se inscreva no canal clicando na imagem abaixo:

Obrigada pela leitura e deixe seu comentário : )

  • Categorias: Day by Day, Terror e Suspense
  • [Resenha] Caixa de Pássaros, Josh Malerman

    28 out

    CX1Sinopse: Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler.
    Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.

    Caixa de pássaros (Bird Box)
    Editora Intrínseca|268 páginas|ISBN 978-85-8057-652-8

      Gosto de pensar que livros de suspense não deveriam ter resenhas, e sim sinopses. Isto é, a resenha é algo mais íntimo do livro, ela é minuciosa e contém a crítica de quem escreve sobre determinada obra, já a sinopse é algo mais “superficial”, não contendo o parecer crítico de quem está escrevendo sobre. Ressalvo que precisamos aplicar a mesma atenção na sinopse quanto na resenha, pois é através de uma resenha que temos a oportunidade de despertar o interesse do leitor para que assim aconteça nele o desejo de conhecer mais sobre a determinada obra.

      E é assim que prefiro pensar sobre Caixa de Pássaros. Não quero me aprofundar em seus pontos principais, mas darei uma pincelada neles. Afinal, não quero estragar a surpresa de ninguém.

      Vou continuar com o clima de suspense. O livro é para ser lido em um fôlego só. Isso aí! Não temos calma. Todas as linhas são de pura angústia e ansiedade. A história é um mix, onde o escritor alterna entre presente e passado.

    CX

      No presente, Malorie,a personagem principal e não narradora, está descendo rio abaixo com seus dois filhos pequenos. Desde cedo, ela os ensinou a como devem sobreviver nesse mundo carecido. Os educou para que se tornassem bons ouvintes. já que é perigoso sair de casa sem fechar os olhos. Na capa já avisa ao leitor para que não abra os olhos. E por quê disso tudo? Como está escrito na orelha do livro, há algo do lado de fora. Algo que não pode ser visto, que enlouquece as pessoas e as leva a cometer atos violentos seguidos de suicídio. Quando alguém abre os olhos e vê esse algo lá fora, não fica vivo pra contar o que é, por isso ninguém tem a mais remota noção do que esse algo seja. Entretanto, no penúltimo capítulo, o leitor atinge uma ideia. Só posso dizer que consegui sentir medo e que a as situações apontam uma conclusão.

      É bem óbvio que livros de terror nem sempre tem finais felizes. O final deste aqui é uma mistura de felicidade e horror. Não tem como não se sentir repugnada com o desfecho que nos é introduzido. Não é surpresa. Vi em vários blogs a resenha de Caixa de Pássaros onde blogueiros declaram detestar o final. Mas não se enganem. Eu não disse que detestei, somente tive vontade de saber mais além do que ficou claro. Para uma história criativa e inovadora como observei ao decorrer das páginas, onde o inimigo é a própria loucura de cada um, esperava um desfecho superior do que encontramos aqui em Caixa de Pássaros.

     

      Espero que essa resenha tenha aguçado a curiosidade de vocês. Ressalvo que este é meu ponto de vista, assim, abro um caminho para que vocês sintam-se a vontade e comentem quando e o que quiserem, pois a opinião de todos é valida!

    Obrigada pela leitura!

  • Categorias: Resenhas, Terror e Suspense
  • Estranhos Como Eu

    27 out

      Olá, pessoal!

      Resolvi juntar tudo o que eu gosto em um lugar só. Este não será só meu espaço, mas também o de vocês, pois a intenção é compartilhar  opiniões. 

      Eu, juntamente com os colaboradores, estamos sempre em contato preparando conteúdos especiais para vocês. Nosso objetivo é discorrer sobre livros, filmes e música de modo que possamos refletir mais sobre estes.

      Se você é uma daquelas pessoas estranhas que acompanham séries como loucos, viajam nas  playlists, não param de falar nos filmes dos finais de semana e viram a noite lendo, tenham certeza de que somos tão estranhos quanto vocês.

    Estranhos Como Eu

     

     

     

  • Categorias: Ação e Aventura, Day by Day, Destaque, Ilustrando, Na Cozinha, Novidades, Pensando em Música, Resenhas, Romance e Drama, Terror e Suspense
  • Página 28 de 28«...1020...2425262728